Torrador de beiju

“Héjé
”

O sol nasce e as primeiras luzes batem na aldeia. Muitas mulheres já estão em pé, já banharam no rio. Filho, choro, peito. Cada índia começa a tarefa diária de cuidar de sua família. Homem acende o fogo, mulher prepara o beiju.

No centro da grande oca, exatamente entre a porta da frente e a porta de trás, ela alisa o polvilho sobre o torrador.
Indispensável, “héjé” é um dos o artefato cerâmico mais apreciado pelos Waurá. Um dos poucos objetos do equipamento domésticos insubstituível pela tecnologia de artefatos de metal.

Etnia: Waurá
Localização: Parque Indígena do Xingu – Mato Grosso
População: 529 (Siasi/Sesai 2012)
Tronco Linguístico: Aruak

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *