Ritxoko – As Bonecas Karajá

As bonecas de cerâmica karajá retratam mitos, rituais e o cotidiano na aldeia. Através das ritxoko os Karajá se representam, se veem e se apresentam ao mundo.

Do amplo universo de afazeres na aldeia ao minucioso detalhe: cortes de cabelo, tatuagem, pinturas corporais.

Os detalhes gráficos identificam as figuras: masculinas e femininas, crianças, jovens, adultos ou idosos, solteiros e casados, guerreiros, cenas cotidianas, personagens míticos e rituais, etc.

De origem imemorial, as primeiras ritxoco eram pequenas figuras humanas feitas em cera de abelha. Mais tarde passou a ser produzida em barro cru, com pequena decoração. Hoje, feita em cerâmica – barro queimado – ganhou uma explosão de criatividade.

Desde 2012 o Ofício e os Modos de Fazer as Bonecas Karajá é tombado como Patrimônio Cultural do Brasil, e a produção das ritxoko não só fomentam a cultura tradicional como contribuem fortemente como fonte de renda para o povo Iny.

Etnia: Karajá (ou Iny, como eles se autodenominam)
Localização: GO, MT, PA, TO
População: 3198 (Funasa 2010)
Tronco Linguístico: Karajá

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *